Jeitinho brasileiro: Erro encarado como virtude

 

Muito se fala do famoso “Jeitinho Brasileiro” de resolver as coisas, de termos a solução mágica para tudo. Na verdade esse é um dos maiores erros da nossa nação. Pense comigo:

Situação 1:
Se você está atrasado para uma consulta médica, você conversa com a atendente e dão um jeitinho para que seja atendido, sendo que as outras pessoas que chegaram no horário, serão prejudicadas com o atraso.

Situação 2:
Você está em uma fila e um amigo te vê, fura a fila e não se preocupa com as outras pessoas que já estavam ali aguardando. Seu amigo deu um jeitinho.

Situação 3:
O cidadão está com o carro com vários problemas, mas vive empurrando com a barriga, até que um dia acaba causando um acidente por falhas no veículo, pondo em risco a vida de outras pessoas que não tem nada a ver com a história.

Poderia enumerar aqui várias outras situações, mas o foco aqui é mostrar que o jeitinho brasileiro só é bem visto por aqueles que o utilizam, se você gosta de tirar vantagem sempre, passar os outros para trás, etc. Saiba que um dia poderão fazer isso contigo.

Não é isso que os nossos políticos e governantes tem feito? Dado o famoso “Jeitinho Brasileiro”?

Qual seria o seu país ideal?

Nos dias atuais, vivemos em um país onde a corrupção tem sido manchete nos principais meios de comunicação, o povo descrente com a política e a economia sendo mal vista pelo resto do mundo.

Sabemos que isso não aconteceu da noite para o dia e que grande parte disso passa pela nossa cultura, então como resolver? Em que estágio devemos chegar, para que possamos  dizer: “-Esse é o Brasil que queremos!”?